MarcFazer login

Notícia

NOVAS AÇÕES JUDICIAIS


ANPPREV E SINPROPREV AJUÍZAM AÇÕES CONTRA A REFORMA DA PREVIDÊNCIA
  06/01/2020
  12:41
  Atualizado em 21/01/2020 10:35




A Reforma da Previdência (EC 103/19), promulgada em 12/11/19, alterou diversos dispositivos e regras referentes ao sistema previdenciário brasileiro e algumas das alterações são passíveis de questionamentos em diversos pontos ante suas flagrantes inconstitucionalidades. 

Dentre as maiores alterações estão:

  1. Contribuições previdenciárias ordinárias progressivas, que vão agora de 7,5% a 22%, a depender da faixa salarial;
  2. Novas taxas relativas à base de cálculo do Regime Geral de Previdência Social (RGPS), que podem incidir no valor excedente a um salário mínimo;
  3. Contribuições previdenciárias extraordinárias, que poderão  ser cobradas com o objetivo de sanar eventual déficit atuarial. 

Quanto às alíquotas progressivas de contribuição, que poderão chegar a vultosos 22%, ao se agregarem os valores devidos, por exemplo, a título de imposto de renda, fica claro o efeito confiscatório da sua imposição, eis que praticamente 40% dos rendimentos mensais dos servidores será comprometido com o pagamento desses tributos. 

Sobre a previsão de i) o alargamento da base de cálculo das contribuições dos aposentados e pensionistas e (ii) a instituição de contribuições extraordinárias de ativos, aposentados e pensionistas, vê-se que, na prática, sem ter como contestar as informações do Governo sobre a existência dos alegados déficits atuariais, nossos associados poderão ser obrigados a recolher contribuições verdadeiramente confiscatórias. Além disso, eventuais medidas para cobrir ocasional desequilíbrio nas finanças da previdência social deveriam ser realizadas de forma geral e indistinta — e não a partir da elevação da contribuição apenas dos servidores públicos.

 Tais mudanças precisam ser corrigidas pelo Poder Judiciário e a ANPPREV e o SINPROPREV, visando combater excessos e inconstitucionalidades, já ajuizaram as devidas ações em defesa dos seus associados.

 Primeira ação:

Processo: 1046283-20.2019.4.01.34

Data do Ajuizamento: 30/12/19

Distribuição: 20a VF/SJ/DF

Objeto: contribuições previdenciárias progressivas.

 

Segunda ação:

Processo: 1046300-56.2019.4.01.340

Data do Ajuizamento: 30/12/19

Distribuição: 2ª Vara Federal (ANPPREV requereu a distribuição por dependência para a 9ª VF, que proferiu a liminar em ação do SINAL. Aguardando análise do juízo distribuído).

Objeto: contribuições previdenciárias extraordinárias.

 

Terceira ação:

Processo: ADI 6258

Distribuição: Ao STF em 13/11/19

Autor: AJUFE

Objeto: contribuição ordinária progressiva e contribuições extraordinárias

Amicus Curiae: A ANPPREV ingressou na ação como Amicus curiae através do FONACATE, representado pelos escritórios Advocacia Riedel e Torreão Braz Advogados. 

Em face dos evidentes prejuízos que a reforma poderá acarretar para os anpprevianos, a ANPPREV não medirá esforços para buscar na via judicial o reconhecimento das suas inconstitucionalidades. Assim, além das ações já propostas, seguiremos com projetos para o ingresso de outras ações que em breve serão divulgadas sobre os demais pontos ilegais e inconstitucionais que nos afetam.

Para conhecer as ações propostas clique aqui e leia as iniciais completas.

Para conhecer a petição de amicus curiae clique aqui.

 

Para conhecer todas as mobilizações propostas pela Associação faça parte dos nossos grupos de Whatsapp e siga nossas redes sociais.

 SERVIÇO:

Instagram: https://www.instagram.com/anpprevnacional/

Facebook: https://web.facebook.com/anpprev/?_rdc=1&_rdr

Whatsapp: Entre em contato com nossa equipe pelo telefone (61) 3322-0170 e peça sua inclusão em nossos grupos institucionais.

 

NOVA ANPPREV – A PRIORIDADE É VOCÊ.









Contato

Facebook
      

© ANPPREV 2020 - Associação Nacional dos Procuradores e Advogados Públicos Federais

Endereço   SAS 06 Bloco K - Ed. Belvedere - Grupo IV    Brasília/DF    CEP   70070-915
Telefone: 61 3322-0170 | 0800 648 1038

Área do Associado     Seja um associado


Nova Anpprev - a prioridade é você!
Inatto