A ANPPREV é uma entidade filiada:
ANPPREV
Notícia / Feliz Dia dos Pais

PAI, BEIJA-FLOR

PAI, BEIJA-FLOR

José Perpétuo de Souza

                                                                                                                                                                

Hoje é nosso dia!...

Somos pais por que temos filhos.

Estes filhos, vindos do amor,

nos tornam fortes e frágeis.

Esta fragilidade nos faz mais humanos.

Eis aqui a lógica  que  torna mais ilógica uma construção de vida.

Nossas lembranças hoje, nos remetem

às fraudas brancas presas aos alfinetes antigos.

(bons tempos aqueles!...)

Dores de barriga nas madrugadas sem relógio...

E neste compasso, o amor vem amanhecendo no incondicional.

Um olhar carinhoso nos boletins das escolinhas sem computadores,

enche a alma de orgulho.

Dentes de leite faltando na frente.

(sorrisos de anjos – sinceridade no gesto)

Briguinhas (de ciúmes) no banco traseiro

movimentam os passeios dominicais.

Que saudade imensa!

 Por que o tempo passa apagando tudo isso!

Mas, o consolo bate à porta informando

que hoje é nosso dia.

Por isso é salutar refletir sobre o amor

que não demos na medida exata.

Se soubéssemos a medida, nunca faltaria, por certo.

Agora crescidos, nos trazem em cada abraço, e nos afagos,

a marca de uma saudade eterna – vontade louca de recomeçar.

Mas o relógio já não mais permite...

Em cada olhar um reencontro,

Em cada gesto, um agradecimento sem palavras.

Os barzinhos, as namoradinhas dividem o nosso tempo,

ao mesmo tempo em que aumentam os seus amigos.

O interessante nesta data, é que tudo volta como antes.

Tudo retorna como nas estações do ano.

O pensamento vagueia buscando as cores do passado.

E neste passado, voltam as peladinhas de futebol,

as brincadeiras nas piscinas em dias de sol.

O cachorrinho branco traz novamente

preso aos dentes o chinelinho esquecido no jardim.

E Olhando para trás, sem darmos por isso,

concluímos que erramos tanto

para acertarmos tão pouco.

Que amamos muito e que ainda fez falta.

(mas sempre nos perdoaram...)

Que os carregamos no colo,

mas sem darmos a proteção devida.

Que vivemos tanto e há muita vida por viver

(ao lado deles).

Enfim, ser pai é isso mesmo:

É um pairar (um quase levitar),

qual um mágico beija – flor

que flutua enlouquecido envolto em flores

de um jardim que se despede 

num crepúsculo de sábado.

 

José Perpétuo de Souza: Conselheiro e Vice-Presidente de Mobilização da ANPPREV, Procurador federal, Professor e Chefe da Procuradoria Seccional Federal junto ao INSS/ Gov. Valadares-MG.

Obs: (As informações contidas nesta mensagem e nos arquivos anexados são para o uso exclusivo do destinatário aqui indicado, de propriedade intelectual ou outras informações confidenciais, protegidas pelas leis aplicáveis. Caso não seja o destinatário correto, por favor, notifique o remetente imediatamente e elimine esta mensagem, uma vez que qualquer revisão, leitura, cópia e/ou divulgação do conteúdo desta mensagem são estritamente proibidas e não autorizadas. Obrigado por sua cooperação).

 

Fonte/Autor: José Perpétuo, para ANPPREV.


Ver todas...


      

© ANPPREV 2019 - Associação Nacional dos Procuradores e Advogados Públicos Federais

Endereço   SAS 06 Bloco K - Ed. Belvedere - Grupo IV    Brasília/DF    CEP   70070-915
Telefone: 61 3322-0170 | 0800 648 1038

Área do Associado     Seja um associado       Privacidade


A experiência que faz a diferença.
ANPPREV   61 3322-0170 | 0800 648-1038
0543