Marc Fazer login
LEGISLATIVO

Servir Brasil questiona fundamentos da reforma administrativa


Em artigo, Frente destaca que PEC 32/2020 se vale de senso comum e não se propõe a discutir os impactos da redução da capacidade do serviço público nos direitos sociais
  22/02/2021
  Atualizado em 02/03/2021



A Frente Parlamentar Mista em Defesa do Serviço Público (Servir Brasil) divulgou artigo na última semana, no qual aponta os erros de diagnóstico da reforma administrativa. Na publicação, a Frente destaca, entre outros pontos, que a essência da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 32/2020 "se vale de senso comum para desqualificar os servidores" e que "não se propõe a discutir os impactos que a redução da capacidade do serviço público terá nos direitos sociais".

O artigo ainda confronta diversas falácias que norteiam a proposta da equipe econômica do governo, como as alegações de que o Estado é inchado e pouco produtivo. "Na verdade, a burocracia brasileira hoje é muito bem avaliada em comparações internacionais, com a maior qualidade de governança e a melhor pontuação da América Latina e Caribe no índice de meritocracia no serviço civil", pontua a Servir Brasil.

Leia aqui a publicação na íntegra.





    

© ANPPREV 2021 - Associação Nacional dos Procuradores e Advogados Públicos Federais

Endereço:  SAUS 06 Bloco K - Ed. Belvedere - Grupo IV, Brasília/DF, CEP 700.70-915
Telefones: 61 3322-0170 | 0800 648 1038

Fazer login | Seja um(a) Associado(a)


Nova ANPPREV - A prioridade é você!
Inatto